Instagram testa grupo de favoritos, uma maneira privada de compartilhar

O Instagram está testando uma ferramenta para dar mais opções aos usuários que se preocupam com privacidade: os “favoritos”. A proposta é controlar melhor o que é compartilhado na rede social de fotos e vídeos com uma espécie de lista na qual apenas seus amigos favoritos estão inclusos. O número de contatos eleitos pode ser editado ou modificado a qualquer momento, podendo, assim, adicionar ou excluir membro. No momento, a novidade está limitada a apenas alguns usuários.

Quem tem acesso

“Este é um teste inicial, com uma pequena porcentagem de usuários, e continuaremos interagindo para buscar a melhor experiência para a comunidade”, disse o Instagram. O objetivo é permitir que — sem precisar bloquear contatos — mais pessoas usem o Instagram entre grupos privados de amigos selecionados, sem medo de compartilhar conteúdo. Ainda que a rede social ofereça a opção de “trancar perfil”, nem sempre ela é efetiva para conter visitantes indesejados.

Finstagrams

Na contramão da corrida por curtidas, a função se inspira nos chamados Finstagrams — uma espécie de perfil bloqueado, criado por pessoas já famosas na rede social e que possuem contas com muitos seguidores. Nessas contas paralelas, os usuários podem mostrar sua verdadeira face, sem fotos montadas, editadas com propósito de marca e que combinem entre si, mostrando uma perfeição muitas vezes falsa. Segundo o New York Times, esses perfis são seguidos apenas por poucas pessoas, geralmente amigos mais íntimos e familiares, e usam pseudônimos. Dessa maneira, a nova função supriria a necessidade dessas contas.

Como vai funcionar?

A lista de favoritos, porém, será privada. Cada conta “favoritada” terá uma marcação verde, que significa a autorização para ver todo o conteúdo de sua conta. Visualmente não se parece com qualquer outro tipo de função, em outra rede social, ainda que seja um pouco similar às listas do Twitter.

Por ora, não há limite para pessoas que podem ser adicionadas na lista, mas o Instagram garante que, em média, cada pessoa terá de 10 a 30 usuários nos favoritos. Ainda não há data final para que os favoritos estejam disponíveis a todos.

Via The Verge e New York Times

Tony Lisboa Autor

Técnico, programador, desenvolvedor, curioso e expert de plantão... são 25 anos de experiência em muitas áreas .. apreciador de uma boa cerveja e cultivador de bons momentos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *