WhatsApp e Facebook entram no ranking dos apps mais usados para compras pelo brasileiro

WhatsApp e Facebook entraram pela primeira vez no ranking elaborado pela pesquisa Panorama Mobile Time/Opinion Box dos apps mais usados para compras de bens físicos pelos consumidores móveis brasileiros. O WhatsApp aparece em sexto lugar, citado por 8% desse grupo, e o Facebook Messenger, em décimo-primeiro, apontado por 5%. A liderança continua com o Mercado Livre (31%), seguido pela Americanas.com (21%). O ranking completo faz parte do novo relatório da pesquisa, disponível para download gratuito no site www.panoramamobiletime.com.br.

Foram entrevistados ao longo de março 1.953 brasileiros que acessam a Internet e possuem smartphone. 74% deles declaram já ter realizado compras de bens físicos através do aparelho, a maior proporção já registrada pela pesquisa desde a sua primeira edição, dois anos atrás. Para esse grupo de pessoas, chamadas de “consumidores móveis”, foi solicitado que citassem até três apps que tivessem usado para a realização de encomendas. A partir dessa pergunta foi composto o ranking.

A aparição de WhatsApp e Facebook reflete o esforço das empresas de Mark Zuckerberg em atrair marcas para dentro de suas plataformas, assim como seu estímulo ao chamado “comércio conversacional”, com uma API para bots no Facebook Messenger, seguindo tendência vinda da Ásia. Além disso, inúmeros estabelecimentos comerciais de pequeno porte e profissionais liberais já usavam as duas plataformas de mensageria para a oferta de seus produtos e serviços antes mesmo da disponibilização de ferramentas oficiais para tanto.

Para complementar, foi perguntado aos entrevistados se já encomendaram algum produto ou serviço especificamente através do WhatsApp e/ou do Facebook Messenger. O resultado indica que o uso desses dois aplicativos de mensageria para compras no Brasil é maior do que se imaginava: 57% dos internautas brasileiros com smartphone afirmam que já encomendaram produtos ou serviços através do WhatsApp e 42% já o fizeram pelo Facebook Messenger.

No relatório da pesquisa há informações também sobre as categorias de produtos mais comprados pelo smartphone; as funcionalidades mais apreciadas pelos brasileiros em apps de m-commerce; e a popularidade de serviços O2O no celular, como solicitação de corrida de táxi/carro particular, delivery de comida e hospedagem.

fonte: mobiletime

Tony Lisboa Autor

Técnico, programador, desenvolvedor, curioso e expert de plantão... são 25 anos de experiência em muitas áreas .. apreciador de uma boa cerveja e cultivador de bons momentos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *